Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Pagina principal

Publicado: Quarta, 12 de Fevereiro de 2020, 14h36 | Última atualização em Quarta, 12 de Fevereiro de 2020, 14h36 | Acessos: 53

Para abertura do segundo semestre do ano letivo de 2020 da Escola do Legislativo Senador José Lindoso, no auditório Senador João Bosco Ramos de Lima, o professor da Universidade Federal do Amazonas Daniel Cardoso Gerhard proferiu palestra sobre o “Poder Legislativo e Democracia Contemporânea”.
O diretor da Escola do Legislativo, João Paulo Jacob, falou da satisfação de realizar a aula magna com temas atuais e importantes para a sociedade. “Essa é uma das missões da Escola: dar espaço para encontros e debates importantes para a sociedade, disseminando conhecimento. Em relação ao segundo semestre do ano letivo de 2020, esperamos superar as expectativas e promover encontros e eventos relevantes para a formação dos servidores públicos do estado”.
Mestre em Filosofia do Direito e doutorando em Direito pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais, Daniel Gerhard falou sobre a relação entre a representação política e seus representados. Sua fala fez o público refletir e questionar se sente segurança naqueles que escolheu como representantes políticos nas esferas do Poder Legislativo.
“Há uma representação política por “espelhamento”. Essa ideia de representação foi inventada e é um modelo em constante tensão, porque ao mesmo tempo em que a democracia tem a pretensão de inclusão de atores, ela mesma sofre, do outro lado, a restrição de acesso desses atores. Um exemplo é a Constituição de 88, que foi feita por uma assembleia constituinte exclusiva. Como ela pode ser chamada de constituição cidadã se não houve ampla participação popular?”, indagou o palestrante.
Gerhard lembrou que muito se fala em democracia em crise, democracia em vertigem, em caos político, e que falta uma compreensão na questão de “emissário e destinatário” no âmbito político. “Se há o político, é porque há o representado. Só tenho o ator político porque tenho o autor político. A qualidade da representação é afetada diretamente pela qualidade da demanda”, afirmou.
Fonte: http://www.ale.am.gov.br/2020/02/11/aula-magna-marca-oficialmente-abertura-do-ano-letivo-da-escola-do-legislativo/
Texto: Giselle Campello
Fotos: Alberto César Araújo / Aleam

registrado em:
Fim do conteúdo da página